Atualizando...
Seu carrinho está vazio.

A Intel lançou na Computex de 2017 o agora famoso processador Intel core i9. Mas o que exatamente isso significa para o mercado gamer? O i9 tem como objetivo aumentar framerates, ou seu objetivo é se tornar mais potente para usos multicore?


Na realidade, a série i9 da Intel tem como principal diferença a presença de um número muito maior de núcleos físicos e threads do que as demais séries. Aproximando-se nesse quesito aos processadores de nível de servidores, os Intel Xeon, o Intel core i9 começa com seu modelo mais "básico" com 10 cores físicos, e pode chegar em sua versão mais potente a absurdos 18 cores físicos!


No entanto, todos esses núcleos acabam não influenciando tanto quanto possa parecer nos games. Por mais que ter mais unidades de processamento teoricamente torna os processadores da série i9 mais fortes e capazes de realizar mais tarefas simultâneas do que um processador Intel core i7 7700 de quatros núcleos físicos e oito threads, o software precisa ser escrito para dar suporte a todos esses núcleos.

    .
                      

                         
Programas que costumam se beneficiar de mais cores estão relacionados à edição e renderização de vídeo, efeitos visuais e modelagem e renderização 3D, além de softwares de estatística e simulação. Estes programas já são escritos com processadores de múltiplos cores em mente, e conseguem dividir suas tarefas em todos os núcleos e threads disponíveis. Jogos, no entanto, não costumam ser desenvolvidos com isso em mente.

Jogos em geral costumam depender muito mais da performance da placa de vídeo, e o processador basta apenas não ser fraco o suficiente para não conseguir "entregar" para a placa de vídeo as instruções do que precisa ser renderizado na velocidade necessária, o famoso bottleneck ou gargalo que um componente pode exercer em relação a outro.

        
Com isso, os jogos costumam ser desenvolvidos com um ou até dois cores (núcleos de processamento) em mente (com raras exceções com suporte a 4 núcleos), e acabam por não se beneficiar com quaisquer cores extra disponíveis. O que interfere na performance do jogo (e a taxa de frames que é renderizado), em relação ao processador, é principalmente o clock speed de cada core. A quantidade de transistores e litografia (que costumam melhorar de geração para geração) também são muito importantes, mas quando comparados processadores da mesma geração é possível prestar atenção apenas na clock speed.

Com isso em mente, fica fácil entender a recomendação de um processador core i7 8700K em relação a um modelo de i9 se o foco for apenas jogar no PC. Em alguns benchmarks, inclusive, o desempenho do i7 em single core chega a ser superior do que alguns modelos de i9 (em multi-core o i9 é extremamente superior).

                 


 

                        
 

Com um aumento na disponibilidade de processadores com muito mais do que dois cores, a tendência é que cada vez mais jogos sejam desenvolvidos com suporte a mais núcleos. É claro que isso somente o tempo dirá, e a realidade é que hoje o investimento para múltiplos núcleos faz sentido apenas para quem realmente irá utilizá-los em softwares otimizados, como profissionais que trabalham com renderização e animação 3D, edição de vídeo com efeitos visuais avançados, ou pessoas que precisam rodar múltiplos programas dependentes de processamento simultâneos no seu fluxo de trabalho. Um streamer profissional também conseguiria realizar todo o seu fluxo de jogo, captura de imagem e envio de vídeo com mais facilidade e qualidade com um processador com mais cores, como o i9.


Se você é um profissional que teria uso para todos esses cores, não deixe de ver a Rocketz Carnage e a workstation Harvest.


Qualquer dúvida entre em
contato conosco! Você pode falar com o nosso especialista em hardware (e fera no atendimento) Gabriel Netto pelo formulário de contato aqui no site. Você também pode nos visitar pessoalmente na Rocketz para conversar com nosso especialista em CS:GO e gamer entusiasta, Nicholas Caumo. Sem dúvida conseguiremos ajudar a escolher o PC Gamer ou Workstation ideal para você!